9.5.17

Felicidade momentânea!


Ei, você! Você aí mesmo, quero te fazer uma pergunta? Posso? Ah, que bom! Então, me responde uma coisa. Você já encontrou o seu grande amor? A famosa metade da laranja? Eu não posso dizer que já encontrei isso, pois seria mentira, mas tive algo próximo e eu vim aqui por isso mesmo. Esses dias eu estava refletindo no Twitter, pensando em como a vida de alguém solteiro/solteira é vazia e claro que você vai dizer que não, que não é mesmo, que a diversão está a algumas baladas de distância ou em algumas bocas, mas sabemos que não é verdade. A felicidade você encontra no momento em que esse alguém te faz rir até a barriga doer, a felicidade está nesses momentos, tão pequenos, mas que quando são perdidos fazem tamanha falta. A felicidade que vocês acreditam que existem nessas baladas e noitadas é momentânea, ela vai passar, pois quando você voltar pra casa, vai querer a companhia daquele alguém que não existe mais na sua vida, vai sentir falta das brigas e dos momentos em que, por Deus, você queria que essa pessoa parasse de te irritar com suas manias chatas. Isso mesmo, você vai sentir falta de tudo aquilo que um dia disse odiar, já parou pra pensar nisso? Bom, eu já, muitas vezes. E então, em meio a esse monólogo, cheguei a uma conclusão: AME, isso mesmo, aposte todas as suas fichas em alguém que vale a pena, não deixe o amor ir embora, não perca o homem ou a mulher da sua vida, pois você não sabe quais voltas o mundo vai dar. E se você acha que perdeu, que não tem mais jeito, espera um pouco, respira, se concentra e tenta ser feliz, tenta viver das poucas boas lembranças que restaram desse caos que se tornou a sua vida e lembre-se sempre, se for para ser teu, vai voltar. Pode não ser hoje, pode também não ser amanhã ou até mesmo no ano que está por vir, mas esse alguém vai voltar, afinal é como as coleguinhas dizem, quando o mel é bom, a abelha sempre volta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário